LHR
Cover Image for 12 perguntas frequentes sobre queda de cabelo feminina e as respostas que precisa saber!

12 perguntas frequentes sobre queda de cabelo feminina e as respostas que precisa saber!

Dr. Augusto Guerreiro

Dr. Augusto Guerreiro

Diretor Clínico e Especialista em Dermoestética e Transplantes Capilares

O Dr. Augusto Guerreiro domina as técnicas mais inovadoras de transplante capilar e está sempre a par das novas tendências de dermoestética. É conhecido por conseguir resultados naturais de excelência. Conheça melhor o Dr. Guerreiro.

Está assustada com a sua queda de cabelo excessiva? Quer saber quais as causas? Qual é o melhor tratamento? Tudo o que precisa saber sobre queda de cabelo feminina está neste artigo! Continue a leitura e conheça as respostas dos nossos médicos especialistas em medicina capilar.

1. Como saber se estou com queda de cabelo excessiva?

A queda de cabelo excessiva caracteriza-se pela perda superior a 100 fios por dia. Os sinais que indicam esta condição são: Cabelo fino e sem volume; Fios de cabelos em todo o lado: na almofada, banho, presos na escova, caídos na roupa ou nas mãos sempre que mexe no cabelo.

2. Qual a diferença entre quebra e queda de cabelos?

A quebra de cabelo acontece quando os fios estão ressequidos e partem-se no seu comprimento.

LHR

Quanto à queda de cabelo, trata-se da perda de fios pela raiz por causas diversas como falta de nutrição, ciclo de vida normal dos fios, tração (arrancar os fios), entre outras.

3. A queda de cabelo feminina pode ser permanente?

Na maior parte dos casos a queda de cabelo feminina é temporária, mas pode também ser crónica ou progressiva. Ao contrário do padrão de calvície masculina, é raro a mulher ficar totalmente sem cabelo, já que, no padrão de queda de cabelo feminina a calvície é difusa.

LHR

4. Qual o principal tipo de queda de cabelo feminina?

O tipo de queda de cabelo feminina mais comum é o Eflúvio Telógeno temporário ou crónico: consiste na interrupção do ciclo de vida dos fios, ou seja, o crescimento não consegue acompanhar um período mais prolongado de queda de fios de cabelo (quando ultrapassa os 6 meses). Existem ainda outros tipos de queda de cabelo, sendo as mais comuns:

  • Auto-induzida - os cabelos são arrancados de forma voluntária ou não;
  • Alopecia androgenética - tem origem genética;
  • Alopecia areata - causa: doença auto-imune.

5. A menopausa pode causar queda de cabelo?

Sim. As alterações hormonais que ocorrem no organismo, sobretudo a diminuição da produção de estrogénio que afeta os folículos pilosos, pode deixar os cabelos mais frágeis e suscetíveis à queda. A melhor forma de proteger o seu cabelo nesta fase é através de:

  • Dieta rica e equilibrada;
  • Prática de exercício físico para libertar-se do stress;
  • Tratamentos de fortalecimento capilar e anti-queda.

6. Como posso tratar a queda de cabelo pós parto?

A queda de cabelo pós parto é temporária, deve-se às alterações hormonais que ocorreram durante a gravidez e após o nascimento do bebé, bem como aos fatores emocionais que estão envolvidos nesse momento tão especial, ansiedade, medo e ainda as poucas horas de sono. Para tratar este tipo de queda de cabelo é preciso cuidar primeiro do seu bem-estar físico e emocional, depois deve procurar o apoio de um médico especialista em medicina capilar, para avaliar a sua queda de cabelo e determinar um tratamento adequado à sua condição em particular.

LHR

7. Fatores como stress, ansiedade e sono irregular podem causar queda de cabelo nas mulheres?

Sim. Os efeitos negativos sobre o bom funcionamento do organismo causados pelo stress, ansiedade e sono desregulado podem causar queda de cabelo ao comprometerem o sistema imunitário e a correta absorção de nutrientes necessários para manter a saúde capilar.

8. A minha queda de cabelo pode estar relacionada com a dieta?

Sim. A origem da sua queda de cabelo pode estar na dieta, que é como quem diz, nos seus hábitos alimentares. Ou seja, se estiverem em falta nutrientes como vitaminas A, D e C, queratina, biotina, colagénio, ferro e zinco, essenciais para manter a saúde do couro cabeludo e dos fios de cabelo, poderá notar uma queda mais intensa.

9. O excesso de lavagens, penteados e uso de produtos de coloração provocam a queda de cabelo feminina?

Sim. O uso continuado de produtos químicos, penteados apertados, secadores e placas demasiado quentes causa danos no couro cabeludo e enfraquece os fios de cabelo, tornando-se uma das causas de queda de cabelo feminina.

LHR

10. Os suplementos alimentares ajudam a combater a queda de cabelo feminina?

Depende. Se a causa da queda de cabelos é a falta de nutrientes, além da necessidade de rever a sua alimentação, pode ser necessário repor essas falhas com suplementos. No entanto, recomenda-se a consulta com um médico especialista para avaliar as causas da sua queda de cabelo.

11. Qual o melhor tratamento para a minha queda de cabelo?

O melhor tratamento para a sua queda de cabelo é aquele que trata a causa do seu problema. Veja alguns tratamentos para diferentes condições:

Queda de cabelo ligeira devido a falhas nutricionais

LHR
  • Medicação e/ou suplementação: são compostos vitamínicos de toma oral ou aplicação tópica que repõem o ciclo de vida dos fios e reduzem a queda.

Problemas no couro cabeludo, queda de cabelo pós-parto, alterações hormonais

LHR
  • Plasma Rico em Plaquetas (PRP): o PRP extraído do sangue do paciente é injetado no couro cabeludo para ativar o crescimento de novos cabelos e reforçar os folículos existentes.

Envelhecimento precoce do cabelo, queda excessiva e progressiva

LHR
  • Mesoterapia: consiste na composição de fórmulas personalizadas para restabelecer a saúde do couro cabeludo, travar a queda de cabelo e acelerar o crescimento de novos fios.
  • LLLT (Lower Level Laser Therapy): é um tratamento bioestimulador não invasivo, que usa laser de baixa potência para ativar a função celular e promover o crescimento do cabelo.

Falhas de cabelo, calvície ou falta de densidade capilar

LHR
  • Transplante capilar: trata-se de uma cirurgia pouco invasiva que permite restabelecer o crescimento capilar em zonas calvas. utilize o simulador para saber se a sua queda de cabelo é indicada para transplante.

Estou com queda de cabelo, quem devo procurar?

LHR

Deve consultar um médico especialista em medicina capilar, é a pessoa indicada para avaliar o estado de saúde do seu couro cabeludo e fios de cabelo. Depois de identificar as causas do problema de queda de cabelo, o médico irá desenhar o plano de tratamento mais adequado às suas necessidades. Na Clínica LHR, encontra especialistas experientes e de referência na área da medicina capilar. Com um acompanhamento orientado e focado em si e nas suas necessidades, obtém os melhores resultados com o seu tratamento. Marque a sua consulta de avaliação capilar e comece já a tratar a sua queda de cabelo, sem compromissos.

RECEBA ARTIGOS E NOTÍCIAS MÉDICAS DA CLÍNICA LHR

Fique sempre a par de todas novidades das áreas da Medicina Estética e Capilar.

Medicina Capilar

Medicina Estética

Contactos

Av. da Liberdade, Nº 144, 8º Direito
1250-146 Lisboa
(+351) 211 974 400(Chamada para a rede fixa nacional)
(+351) 915 057 129(Chamada para a rede móvel nacional)
2ª a 6ª feira das 10h00 às 18h00

4.9 - Based on User Reviews

© 2024,

Clínica LHR. Todos os direitos reservados. Website desenvolvido por Made2Web Digital Agency.